Frase de amigo

"Repaginou o Blog. Repaginou a vida." - Silvio Afonso

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

João do Paletó & Brasília

Photos by Nadja P.

Olá gente bonita!

Hoje vou homenagear um grande homem. 
Maridão e eu conhecemos esse senhor durante  nossa visita na cidade de Brasília/DF, alguns anos atrás.
Semana retrasada, Maridão repassou para mim, 
a matéria publicada pelo Correio Braziliense, que falava a respeito de uma pessoa carismática da cidade.  


Clique para acompanhar a matéria, caso desejar:



Foi através desse "pequeno & grande homem" que conhecemos a história de Brasília, repleta de pormenores pelos quais não havíamos apreendido em nenhum livro. 
  Pequeno na estatura, grande na bagagem cultural,
quando ele subiu na van e apresentou-se como nosso guia turístico, notei que os olhares dos turistas cruzaram-se por conta de sua aparência física e do seu sotaque.  
Muitos disseram baixinho, que lembrava o personagem "Zé Bonitinho."
Sim, existem outros tipos de preconceitos que atingem não somente os negros, infelizmente.
 O que esse homem cuja aparência lembrava um personagem cômico e com forte sotaque nordestino, poderia falar a respeito de Brasília? - muitos devem ter pensado.
Porém, no momento em que Seo João do Paletó passou a falar da história de Brasília com argumentos e detalhes abalizados, um silêncio  respeitador invadiu a consciência de todos.
Desde nossas primeiras visitações aos lugares turísticos mais conhecidos até a despedida de nosso mestre, confesso, viajamos no tempo!

Memorial JK








 Um dos lugares que deixou-me profundamente encantada foi o Memorial JK, pois senti-me na própria residência do casal Juscelino e Sarah Kubitschekex-presidente do Brasil/fundador de Brasília.



Impossível não ficar emocionada diante dos objetos pessoais do casal bem como visitar o gabinete da ex-primeira-dama, Dona Sarah
depois de viúva.
Mulher elegante, culta, espôsa e mãe exemplar.
   Foi ela que idealizou o Memorial JK.
 A construção do belo prédio foi obra do amigo Niemeyer. 



Mesa onde Dona Sarah recebia as pessoas do povo bem como ilustres personalidades em seu gabinete.



À esquerda, Dona Sarah e as duas filhas.
      A fotografia do casal Kennedy 
com dedicatória, decora a biblioteca, à direita.


Grata pelas aulas a céu aberto dirigidas 
pelo mestre cearense, João do Paletó, resta-me dizer:
Muito obrigado! Tiro o chápeu para o senhor!
Um autodidata que dá banho de cultura e inteligência em muitos letrados.
Muita saúde, velho guerreiro!


Brasília

Brasília, a capital do Brasil, é muito mais do que um "ninho de corruptos", como é exaltada em verso e prosa no país inteiro.
Ela é bonita também, não resta dúvida! 
 E repleta de histórias emocionantes e boas lembranças.
A cidade, infelizmente, não cumpriu o propósito do seu fundador, muito menos do seu arquiteto Niemeyer e do urbanista Lúcio Costa, cujo desejo era unificar as massas (classes sociais).
 Brasília continua sendo uma cidade moderna embora tenha sido fundada em 1961.
Como qualquer outra cidade brasileira, é fato que também enfrenta a desigualdade econômica, social e cultural, que ocorre nas Cidades Satélitespor exemplo.
 De tudo o que vi, um detalhe chamou a minha atenção: o transporte coletivo.
  Os ônibus que circulavam pelas largas avenidas,  pareciam antigas jardineiras, destinadas ao ferro velho. 
Nada é perfeito, mesmo assim, Brasília é um encanto!

"O otimista pode até errar, mas o pessimista 
já começa errando..."

Juscelino Kubitschek

12 comentários:

  1. Mais um nordestino dando um show Brasil afora! Parabéns para este senhor simples, mas de respeitável sabedoria!
    Lindas fotos, Nadja. Realmente deve ser maravilhoso viajar pelo passado e conhecer cada detalhe daquela época. Uma verdadeira aula de História do Brasil. Conheço o Museu Imperial , em Petrópolis/RJ, a casa de D. Pedro I e a casa da Princesa Isabel, também em Petrópolis. Muito bom fazer uma viagem no tempo!!!
    Beijos, querida e parabéns por mais um maravilhoso post cheio de Cultura!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade Bel! Parabéns a ele!
      Obrigada!
      Eu gosto disso tudo como bem sabe, amiga.
      Eu ainda não conheço esses lugares, mas já estão na minha agenda, pode crer!
      História é vida. É ou não é?
      Eu é agradeço sua visita sempre simpática!

      Bjksss

      Excluir
  2. Querida amiga ainda estou no trabalho ,mas mais uma vez passei para ver tão bela partilha cheia de momentos e detalhes maravilhoso ,muitos beijinhos no coração .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pela visita, Emanuel!
      Bom trabalho!

      Bjksss

      Excluir
  3. Uma bela história, nunca me atraí por Brasilia nem mesmo para conhecer....
    Talvez por ser ninho de cobras, mas se tu diz que é bela eu acredito,
    mesmo assim não tenho interesse em conhecer.

    Aqui cai uma chuvarada, calma pelo menos!
    Belo dia pra ti! bj

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lena,

      Eu também não tinha interesse em conhecer Brasília.
      Não pela sua má fama, mas porque não curto arquitetura moderna.
      Marido insistiu tanto, que decidi acompanhá-lo até lá. E não me arrenpedi, mas confesso que não moraria.
      Como curto História, gostei muito da visita!
      Obrigada!

      Bjksss

      Excluir
  4. Gostei de conhecer Brasília pelo seu olhar!

    E o João do Paletó...Figura, viu! pessoas assim merecem de fato a homenagem que você fez. Parabéns por essa nobre atitude, Nadja!

    Grande abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Brasília é uma cidade bonita, Lourisvaldo!
      Mas impessoal, na minha opinião.
      Porém, é inegável o impacto de sua arquitetura, algo que a gente não encontra em nenhum outro lugar.
      Os pormenores que envolveram sua fundação são bem interessantes bem como seu fundador, o ex-presidente JK.
      Obrigado!

      Abração

      Excluir
  5. Linda homenagem a esta ilustre figura do cotidiano de Brasilia.
    Gente simples mas que viveram a construção esta cidade na verdadeira ousadia de JK com todas as dificuldades, que era fazer chegar material naquele lugar ermo. Material saindo de Minas, Bahia em caminhões caçambas daquela época.
    Emoção pura né Nadja?
    Abraços e beijo paz amiga.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele merece, Toninho!U ma pessoa maravilhosa, sabe?
      Sim, foram poucos anos, mas de muita luta para criar essa cidade em tão pouco tempo.
      Ah, eu fiquei emocionada em conhecer tudo o que vi por lá! Principalmente o acervo do Memorial JK.
      Obrigado!

      Bjksss

      Excluir

"Abra teu coração ou eu arrombo a janela"

"Abra teu coração ou eu arrombo a janela"
Chico Buarque